30
Dez 07


Sinopse: Existem mundos para além do nosso. A New Line Cinema (Trilogia “O Senhor dos Anéis”) apresenta «A BÚSSOLA DOURADA», uma grandiosa aventura que se desenrola num mundo alternativo com fortes ligações ao nosso e que conta com um elenco de luxo, a vencedora de Óscar Nicole Kidman, a estreante Dakota Blue Richards, Sam Elliott, Eva Green e Daniel Craig. «A BÚSSOLA DOURADA» é uma empolgante aventura sensorial passada num mundo fantástico paralelo onde as almas das pessoas se manifestam como pequenos animais, ursos falantes travam batalhas e as crianças desaparecem misteriosamente.
No centro da história está uma rapariga de 12 anos, Lyra, que parte numa viagem para encontrar e salvar o seu melhor amigo, Roger, e termina numa extraordinária cruzada para salvar não só o seu próprio mundo, mas também o nosso…

 

Crítica: Baseado no primeiro livro da trilogia “His Dark Materials”, apelidado de “Os Reinos do Norte”, esta é mais uma adaptação de um filme fantástico depois do hype  “Senhor dos Anéis”.

Conhecendo apenas um pouco do livro, que ainda não acabei de ler, acho que a adaptação está muito interessante, a meu ver melhor que “Harry Potter”, tendo como grande suporte, curiosamente, a estreante Dakota Blue Richards, como Lyra, que dá uma profundidade e uma dimensão muito forte à personagem central da trilogia de Pullman.

Uma aventura épica, onde viajamos com gípsios, ursos guerreiros, bruxas voadores, daemons… e onde se enfrenta o Magisterium, que pode ser comparado ao Vaticano, o que valeu enormes críticas a Pullman e boicotes a esta película, por parte da Igreja Católica, acusando o realizador Chris Weitz e os actores de heresia.

Outro ponto, que será um dos mais fortes e interessantes da película, e que também gerou imensas críticas por parte da Igreja, são os daemons, pequenos animais que correspondem à alma de cada um…

Quanto a nós, um dos grandes problemas na fraca aceitação deste épico foi a pouca dimensão e profundidade dada na exploração dos personagens, ponto comum em quase todas as críticas apresentadas, bem como o facto (conhecidos alguns casos por nós) de quem visiona o filme, sem se inteirar do seu contexto, perdendo assim a essência do mesmo… Com isto refiro que, ao vermos este filme, temos que ter em atenção que é o primeiro de três passos que damos neste universo, deixando por isso alguma margem de manobra a Weitz para uma maior exploração dos fortes personagens (que foram quase acessórios) desempenhados por Nicole Kidman, Daniel Craig e Eva Green…

Esperamos assim que, com a continuação, e posterior conclusão, desta saga os universos de Pullman sejam melhor retratados e Weitz consiga dar um tom mais épico e fantástico e menos CGI (que no entanto está fantástico) que esta história merece, pois será com certeza uma das aventuras mais poderosas desde o “Senhor dos Anéis”, batendo quanto a nós, “Harry Potter”, “Eragon” e até mesmo “As Crónicas de Narnia”, filmes com que é constantemente comparado.

publicado por FV às 16:29

Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12

16
17
20
21

23
25
26



pesquisar
 
mais sobre mim

AS

FV