14
Abr 08

  • Perdeu-se Uma Mulher (Farewell, My Lovely – 1940)

Um encontro fortuito com Moose Malloy, um ex-presidiário, em Los Angeles, coloca Marlowe numa teia de problemas.

Acabado de sair da prisão, Malloy vai à procura da sua namorada, a ruiva Velma, que viu pela última vez 8 anos antes. O Clube nocturno onde ela trabalhava, o Florian, é agora um negro império de jantares e jogos de dados, e ninguém que lá trabalha ouviu falar de Velma. Malloy foge inadvertidamente após matar o chefe negro do clube, e Marlowe, a única testemunha “branca”, é convidado por Nulty, o detective responsável por este caso, a procurar Velma. Marlowe decide visitar a viúva do dono do Florian, uma mulher de meia-idade, alcoólica que lhe diz, de forma pouco convincente, que Velma Valento morreu.

Nessa mesma tarde, Lindsay Marriott contrata Marlowe para a acompanhar na entrega de um resgate de $8,000 por um raro colar de Jade pertencente a uma amiga de Marriott. Mas, no ponto de encontro, uma estrada campestre isolada, Marlowe leva uma pancada que o deixa inconsciente. Quando recupera os sentidos, dá de caras com Anne Riordan, que lhe diz que encontrou Marriott assassinada. Com a ajuda de Anne, Marlowe descobre que o colar pertencia a Mrs Grayle, uma mulher loura casada com um milionário idoso, que corrobora a versão de Marriott de que o colar tinha sido roubado.

À medida que vai achando pontas soltas e ligações pouco esclarecedoras, Marlowe corre risco de vida, chegando ao ponto de levar uma tareia que o deixa inconsciente. Os acontecimentos precipitam o livro para um final alucinante. Será que Velma está mesmo viva? Quem será? E qual a ligação desta com Marriott e porque querem tanto que Marlowe páre de investigar o caso? Tudo isto é explicado numa conversa entre Mrs Grayle e Marlowe em que nos apercebemos, ao jeito a que Raymond Chandler nos habitou, o destino que ele pretendeu dar a cada um dos seus personagens.

 

  • Os Peixes Mortíferos (Goldfish -1936)

As pérolas Leander foram roubadas há 19 anos atrás. O ladrão foi apanhado na altura, mas as pérolas nunca foram encontradas, e, passado tanto tempo, continua a haver uma recompensa de $36.25,000 para quem as encontrar. Até que alguém contacta o detective privado Carmady contando-lhe que conhece alguém que sabe onde as pérolas estão escondidas. Carmady aceita ir falar com essa pessoa, só que a encontra morta, na sua cama, com os pés queimados, e parece haver muita gente em Los Angeles a par da história, e que andam à procura das pérolas.

 

Esta é uma história que pertence ao universo de Short fiction de Raymond Chandler, que consegue ser tão bom quanto as grandes histórias. Neste caso, este aspecto nota-se logo na forma como os diálogos são conduzidos, são bastante cativantes.

Em Goldfish, Chandler usou o detective que serviu de base para a criação de Philip Marlowe, Carmady, que tem os mesmos comportamentos que Marlowe, só que é mais politicamente correcto.

 

Este livro reúne duas histórias de um dos melhores autores de literatura policial de todos os tempos.

 

publicado por AS às 16:38

Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

13
15
16
17

22
25

27
28
29
30


pesquisar
 
mais sobre mim

AS

FV