18
Abr 08


Resumo: Lucky Luke é mandatário do Estado para ir repor a ordem na cidade de Titusville, como Xerife.

Titusville está em alvoroço desde a chegada do Coronel Drake e a sua descoberta de petróleo, fez com que a cidade fosse invadida por prospectores ávidos de fortuna. Até mesmo os habitantes querem uma parte deste negócio. Entre eles está o malévolo Barry Blunt, um ex-advogado sem escrúpulos, que quer ser dono de todos os poços de petróleo existentes na região! Um dos seus homens, um tal de Bingle, vai ser uma ajuda preciosa para Luke, embora este o tenha posto na prisão!

Mas contra Barry Blunt, toda a ajuda vai ser necessária.

 

Crítica: Uma vez mais, Morris & Goscinny retiram os nossos heróis do seu “habitat” e dos seus hábitos. Desta vez, não estão no Mississipi mas na Pensilvânia, no entanto, as diferenças sociais entre o Oeste de Lucky Luke e o Este deste estado não são notadas.

O tema do petróleo já tinha sido discutido num álbum anterior (Corrida para Oklahoma) mas, na base deste 18º álbum estão eventos históricos e verídicos. Embora tenha como tema central um assunto tão polémico (até mesmo nos dias de hoje) fazendo com que o argumento seja uma critica social, a história continua a ser um verdadeiro clássico a que estamos habituados.

A caracterização das personagens está bem definida, isto porque enquanto que o Coronel Drake levamos algum tempo a perceber qual é o seu papel e quais as suas intenções, em compensação, Blunt e Bingle são automaticamente catalogados, praticamente desde o 1º momento em que aparecem na história.

 

De louvar é a iniciativa da Asa em reeditar este álbum e pretender editar os restantes álbuns da colecção. Fica desde já os nossos agradecimentos e o apelo de estender esta iniciativa a outros heróis, como por exemplo, o Spirou e os Estrumpfes.

publicado por AS às 13:58

Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

13
15
16
17

22
25

27
28
29
30


pesquisar
 
mais sobre mim

AS

FV