14
Abr 08

 

 

Lista de Músicas

 

1 -  Vamos Esta Noite
2 -  Adeus Amor (Bye, Bye)
3 -  Tira a Teima
4 -  Fábrica de Amores
5 -  Amuo
6 -  Sexto Andar
7 -  Ponto Zero
8 -  P'ra Continuar
9 -  Pequena Morte
10 -  Narciso sobre Rodas
11 -  Mandarim
12 -  Utilidade do Humor

 

 

 

 

Cintura marca o regresso dos Clã aos álbuns de estúdio e à estrada, depois do experimentalista Rosa Carne. O título Cintura, segundo Manuela Azevedo, a vocalista, surge porque a palavra nos pareceu, sonora e graficamente, bonita. Depois, porque, semanticamente, sentimos que é uma palavra próxima do movimento, da dança, do feminino, do “jogo de cintura” que se sente no novo disco”.

A imagem de marca que caracteriza todos os álbuns dos Clã é as inúmeras participações e colaborações, que fazem com que, na sua sonoridade, se notem variadíssimas influências. Desta feita, este disco contém 12 temas com letras de Arnaldo Antunes, Adolfo Luxúria Canibal, Carlos Tê e Regina Guimarães, tem como primeiro single Tira a Teima, que conta com a participação de Paulo Furtado (WrayGunn, The Legendary Tigerman). Por sua vez, Amuo conta com a voz de Fernanda Takai dos Pato Fu. E é neste Tira a Teima, que serve de cartão de visita do disco, que nos é revelado o novo “lado” dos Clã, é mais arrojado, mais feminino, aventureiro, afirmativo e solto. É como se os Clã se tivessem libertado das amarras que os prendiam.

Para além de ser mais descontraído e físico, é quase o oposto do anterior em termos musicais, sonoros e rítmicos, o que nos é explicado pela própria Manuela Azevedo: O “Rosa Carne” teve aquela mulher da capa, uma espécie de “Alice no país das maravilhas” já entradota. Já a imagem que tenho da mulher que está neste novo disco é a mesma mulher entradota, mas atrevida. A abrir portas e a sair por aí fora, consciente, com uma atitude irónica sobre si própria e também em relação ao mundo, onde aprende e desaprende. Com vontade de experimentar outras coisas e transgredir noutras.

Daí que este disco acaba por ser mais directo, imediato e Pop-Rock do que os anteriores álbuns dos Clã, o que não implica necessariamente que seja mais comercial. Nada disso! É, eventualmente, um álbum mais acessível ao público desconhecedor do trabalho da banda, dos quais se destacam Sexto Andar, Vamos Esta Noite, Narciso sobre Rodas e Utilidade do Humor. Resumindo: O nosso novo álbum é um trabalho que serve de convite aos fãs para que se deixem levar pela aventura e que, pelo caminho, sintam a música e o prazer de viajar pela melodia. Um disco, sem dúvida, “P'ra Continuar”, como apresenta uma das suas faixas.

publicado por AS às 12:40

Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

13
15
16
17

22
25

27
28
29
30


pesquisar
 
mais sobre mim

AS

FV