01
Set 08

 

 

Depois de um grande começo com filmes como Sinais e Sexto Sentido, Shyamalan começou a perder público com O Protegido, A Vila e especialmente A Senhora da Água. Este O Acontecimento, era o momento ideal para M. Night se tentar redimir junto dos seus fãs...mas parece que ainda não é desta...

Todos esperaram demasiado do realizador indiano que mais uma vez provou que, apenas para os fãs (e não todos) ainda sabe o que faz... Se com A Vila, foi por vezes incompreendido (naquela que será uma história muito bela e inocente, recheada de grandes interpretações), A Senhora da Água foi definitivamente a gota de água... nem sendo salvo pelo facto de ser uma “bed-time-story” que contava às suas filhas.

Bem, com O Acontecimento, M.Night começa de uma forma fenomenal, retratando algo que está a fazer com que as pessoas se decidam começar a suicidar... podendo no caso extremo levar ao extermínio da raça humana.

No centro das atenções vão estar Mark Wahlberg, Zooey Deschanel, John Leguizamo e Ashlyn Sanchez, como os elementos que acabam por tentar perceber o que de facto se passa com as pessoas e tentando rapidamente fugir daquele cenário apocalíptico.

Esta premissa puxa certamente pela imaginação de qualquer um, e também pela memória, fazendo-nos recordar alguams histórias de zombies do passado.

Mas não, Shyamalan não coloca zombies nas suas histórias. O indiano é uma pessoa mais complexa, que nos leva a duvidar por vezes do mundo que nos rodeia e da realidade à nossa volta... como havia feito em O Sexto Sentido e A Vila.

Em O Acontecimento, Mark Wahlberg interpreta um professor (Elliot Moore), que com a sua mulher (Alma Moore – Zooey Deschanel)  e um amigo (John Leguizamo) e sua filha (Ashlyn Sanchez) fogem  de Filadélfia, quando são “apanhados” pelo caminho pela praga inexplicável que assola o estado. As interpretações estão a bastante bom nível, sendo que o trio principal, Wahlberg, Deschanel e Sanchez mostra desde logo uma química interessante, em especial entre Zooey e a pequena Ashlyn.

Mas, no entanto, Shyamalan, acaba por, mesmo tendo excelentes actores e boas interpretações, não cativar (mais uma vez) o publico, com uma história que se torna confusa e com muitas pontas soltas, acabando o filme sem uma explicação concreta... caindo um pouco abaixo das suas obras anteriores por este ponto... É que por muito errado, incompreendido ou mesmo louco que estivesse, as suas histórias tinham uma explicação... nesta fica ali algo a soprar no meio das árvores, a deixar-nos em suspenso sobre a real razão da praga que extermina a sociedade... sendo por isto um filme imperfeito e de certa forma perdido no universo deste grande realizador que não consegue ainda assim, desde O Sexto Sentido, uma opinião unanime nos espectadores...

publicado por FV às 16:36

Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
mais sobre mim

AS

FV