22
Ago 07

                        

Fantásio está prestes a descobrir um “furo”. Por que razão a embarcação Glaciar KH está isolada e debaixo de um controlo serrado num porto Francês? John Helena, um antigo “inimigo” de Spirou e Fantásio, conseguiu fugir da embarcação e revela-lhes a razão do isolamento: uma experiência no Antárctico em que estão armazenados e testados todos os vírus para a humanidade. Infelizmente, um dos frascos transportado no barco partiu-se, contaminando a tripulação do Glaciar KH, entre os quais Helena, com quem é necessário evitar contacto, sob risco de se contrair a misteriosa doença. Helena pede para ver o Conde de Champignac que, segundo ele, é a única pessoa capaz de encontrar a cura. O conde, como não poderia deixar de ser desenvolve um antídoto para curar a doença, só que tem um senão: o antídoto só é totalmente eficaz se estiver em contacto com o veneno que provoca a doença, que se encontra na base localizada no Antártico, onde John Helena foi infectado. Os nossos heróis partem para o Pólo Sul enquanto que o Conde tenta avisar o ministro acerca da experiência em curso. No entanto, o acessor do ministro, Basile de Koch, é também o presidente da empresa que tem a base polar, onde mantém uma organização secreta de tráfico de armas biológicas. Ele impede os esforços do conde, enquanto manda os seus homens para matar Spirou e os seus companheiros. Os esforços de Basile vão “por água abaixo” graças a um dossier publicado por um jornalista infiltrado nos seus homens, e assim não consegue prevenir a intervenção de militares no salvamento dos nossos heróis, acabando também com a base polar. No fim, tudo acaba em bem, e Spip é imune ao vírus, enquanto que Helena e os outros pacientes são todos curados.

 

Este é o primeiro álbum das aventuras de Spirou escrito pela dupla Tomé & Janry, sucedendo a Nic & Cauvin que só escreveram três álbuns. Neste, ainda que em fase mais experimental, se nota algo que se iria tornar a imagem de marca deste dupla: os nossos heróis começam a viajar imenso, desta vez ao Pólo Sul, mas posteriormente, à Austrália, Nova Iorque e Moscovo, só nas mãos destes desenhadores. Outro dos aspectos prende-se com os argumentos envolverem muitos enredos ligados a jogos de espionagem, máfia, interesses de grandes empresas, etc. não é o melhor dos álbuns escritos por esta dupla, mas abre um bom prenuncio para os álbuns que se seguiriam, que se tornaram alguns dos melhores da série.

publicado por AS às 11:12

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Agosto 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
17

19
20
21
23
24

26
27
28
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
pesquisar
 
mais sobre mim

AS

FV