14
Set 07

                                    

Condenados a 387 anos de prisão, os irmãos Dalton são o alvo principal duma amnistia decretada no velho Oeste: devido à necessidade de reduzir o excesso de lotação das prisões, os Dalton vão ser enforcados. Pelo menos é esta a decisão do novo Presidente. Mas o ocupante da cela vizinha, o juiz corrupto Biglard indica-lhes uma lei antiga, de Junho de 1858, que poderá dar aos Dalton a oportunidade de escapar à forca…desde que casem! Desta forma a Mã Dalton procura arduamente esposas para os seus 4 filhos, o que não se mostra tarefa fácil dada a má reputação que eles têm em todo o Oeste. O dia da execução aproxima-se a passos largos, e quando tudo parecia perdido eis que a Mã Dalton aparece com as 4 noivas para os seus filhos, as Squaws da tribo Cabeças Achatadas, que foram as únicas que aceitaram casar com os 4 manos incorrigíveis.

Depois do sucesso que foi Lucky Luke no Quebeque, eis que chega até nós o 2º álbum das Aventuras de Lucky Luke segundo Morris pelas mãos da dupla Achdé e Gerra.

O (re) aparecimento dos Dalton nesta história, e diga-se de passagem de forma brilhante e surpreendente (Os irmãos Dalton casados? Só mesmo vendo para crer!) no cenário criado por Gerra e Achdé, em conjunto com a analogia da corda da forca traz de volta a grande tradição daquilo que sempre foram As Aventuras de Lucky Luke.

No desenho, Achdé também cumpre bastante bem, por recriar cenários de época dignos das melhores histórias de Lucky Luke, restaurando a alma da série na perfeição. Preciso, limpo e rápido o seu desenho testifica a virtuosidade do génio Morris e, com certeza, este não iria desaprovar estas novas aventuras!

publicado por AS às 15:10

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12

16
17
19
20
21

23
24
25
27
28

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
pesquisar
 
mais sobre mim

AS

FV