07
Fev 08

 

 

 

Lista de Músicas

 

1 - Canção Simples
2 - A Ponte
3 - Labirinto
4 - O Lugar
5 - Os Dois
6 - Outono
7 - Voo
8 - Amanhã
9 - O Campo
10 - Noite Demais
11 - Fim Da Tarde
12 - A Praia
13 - O Jogo
14 - O Jardim

 

 

O Jardim… um álbum simples e complexo, um álbum da voz dos Toranja (daí alguma similaridade) gravado com Howard Billerman, que já trabalhou com Arcade Fire. Para este trabalho no entanto, Tiago Bettencourt não surge totalmente a solo, traz consigo os Mantha.

Neste álbum, denota-se alguma dificuldade inicial na audição, em especial no seu single de apresentação “Canção Simples”… que por ser demasiado simples e parecer até um pouco infantil por vezes, deixa-nos de pé atrás para o álbum.

No entanto, arriscando a ouvir, O Jardim apresenta-se como um álbum bastante agradável, contudo oscilante… como um conjunto de ideias cruzadas, vivendo de temas e não de um conceito. Outro ponto, como também já referido é alguma “colagem” – óbvia no entanto – aos Toranja, não só por associarmos a voz do Tiago, mas também porque a “pena” é a mesma…

Nota-se essencialmente a parecença com a banda, nas músicas “Labirinto”, que remete para o álbum Segundo, “Amanhã” e “Noite Demais” relembram-nos a força impetuosa dos Toranja. “O lugar” toma também o seu, na colectânea de baladas a lembrar Toranja.

Mas, neste álbum vemos também uma faceta simples, directa e sem as metáforas que Tiago nos habituou… uma nova face, fresca… como se pode comprovar em “Os Dois”, “A praia”, “ Fim de Tarde” e “O Campo”. Nesta última inclusive podemos encontrar a ironia típica e o confronto habitual, mas com novos ritmos, véus que teimam em não cair…

E… eis que nos chega “Outono”, a música que prende, apaixona… música típica de airplay, de banda sonora, candidata a longos suspiros, é verdadeiramente bela e doce, dando vontade de fechar os olhos e ouvir as teclas soltas do piano de Tiago.

No final, continua a surpresa, com a versão escondida da “Canção Simples”, aqui tocada com Sara Tavares acompanhando muito bem Tiago Bettencourt.

Em resumo, podemos dizer que este Jardim é um começar de novo, mas ainda com alguma falta de corpo, intensidade, um fio condutor para não haver tanta dispersão… mas esperemos por próximas viagens a este mundo fantástico que a voz e letras de Tiago nos habituaram…

 

publicado por FV às 12:23

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Fevereiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
15

17
18
20
22

24
26
27
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
pesquisar
 
mais sobre mim

AS

FV