23
Mar 08

 

 

 

 

Lista de Músicas

 

1 First, Love

2 Written in Blood

3 Walking Away

4 True Romance

5 What I Want

6 It's Just Begun

7 She Will Always Be a Broken Girl

8 This Is the End

9 Checking Out

10 Pretend the World Has Ended

11 Replacement

12 All Those Moments

13 Rachael

 

 

Quando em 2006 os She Wants Revenge lançaram o seu primeiro e homónimo álbum, tornaram-se muito rapidamente num fenómeno da música Pós-Punk, de tal forma que o tão esperado 2º álbum se tornava uma assustadora incógnita. No entanto, os She Wants Revenge conseguiram superar esta aparente dificuldade, e embora o estilo musical presente em This Is Forever seja semelhante ao álbum anterior, nota-se que há muito mais confiança e segurança no seu trabalho. Outro aspecto que se destaca é que a banda recorreu à ironia para tentar fazer algo diferente, pormenor que é visível logo na capa do álbum, que espelha o trabalho artístico do álbum de estreia, só que desta vez a rapariga veste de preto, e consequentemente, está sob um fundo da mesma cor, parecendo querer mostrar a dicotomia Casamento/Funeral, e quando ouvimos She Will Always Be a Broken Girl parece que estamos perante uma sequela amarga de These Things. Warfield e Bravin continuam a mostrar que a sua música é influenciada por nomes como os Depeche Mode, Joy Division e Interpol, e a batida glamorosa de True Romance parece ser uma balada dedicada a Personal Jesus, dos Depeche Mode, enquanto que as “musas” inspiradores de It´s Just Begun podiam ter sido retiradas do diário de Paul Banks.

A “imitação” dos seus ídolos ficam muito próximas de passar o limite entre o lisonjear e o parodiar, especialmente no que às letras dos She Wants Revenge diz respeito. A essência do Pós-Punk é visível em várias faixas, mas a sua intensidade reside na escrita, onde se destaca a faixa Checking Out que começa: She's like the devil to me/Though she claims she's found Jesus/Her religion is killing me/Let’s her do whatever she pleases. No entanto, é na capacidade que os She Wants Revenge tem de “reduzir” estes sons e sentimentos à sua essência (e, por vezes, no menor denominador comum) que os torna únicos. Eles estão no seu melhor nas faixas mais dançáveis (outra das características dos She Wants Revenge) como What I Want e Written In Blood, que são dos melhores momentos do álbum, em conjunto com She Will Always Be a Broken Girl e Walking Away, esta última juntamente com This Is the End dão um toque melodramático ao álbum, fazendo com que This is Forever esteja repleto de musicas bastante “catchy” que melhoram o primeiro álbum da banda. Por isso é que se tornam tão viciantes!

publicado por AS às 15:21

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
14

16
18
19
21

24
25

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
pesquisar
 
mais sobre mim

AS

FV